Moçambique: Governo disponibiliza cerca de 300 milhões MT para vítimas do Idai

0

A informação foi avançada, hoje, em Maputo pela Directora-geral do INGC, Augusta Maíta. Ao todo, são cerca de 1.1 bilião de meticais necessários para dar assistência às vítimas das inundações que fustigam, sobretudo, a zona Centro do país.

Nesta segunda-feira, o Conselho Técnico do INGC esteve reunido, em Maputo, para avaliar os impactos causados pelo ciclone Idai

Além do apoio do Executivo, a Directora-geral do INGC disse que os parceiros internacionais têm prestado a sua solidariedade através de alimentos e transporte.

No que diz respeito a questões hidrográficas, as autoridades avançam que a situação está a voltar à normalidade, com excepção das bacias de Púnguè e Búzi que ainda continuam em alerta.

Quanto à comunicação, A Motivel restabeleceu em pelo menos cinco bairros da cidade da Beira a sua operacionalidade, nomeadamente Matacuane, Maquinino, Manga, Esturo e Aeroporto. Mas a fibra óptica continua inoperacional.

O director de comunicações da Movitel, Hélder Cassimo, disse que os distritos de Mossurize, Sussudenga e a vila de Manica, continuam a registar falhas, quer no serviço de dados, quer no de voz.

A Moçambique Telecom (Tmcel) reporta uma situação diferente e assegura que restabeleceu, esta segunda-feira, as comunicações através da rede fixa em toda a província de Tete e na cidade da Beira. A porta-voz da Tmcel, Márcia Fenita, disse que a maior preocupação da sua empresa é recuperar as infra-estruturas danificadas para a reposição das comunicações.

Fonte: Jornal “O País”

DEIXE UMA RESPOSTA


Please enter your comment!
Please enter your name here